Monthly Archives: Abril 2016

Os 4 Mares da Medicina Chinesa – Parte 3

Olá a todos!

E finalmente cá está a parte clínica!

Qí Bó começa por definir os princípios fundamentais do tratamento dos mares. Indicando que aquilo que flui concordantemente (順 shùn) com o Movimento Intrínseco (機 ) gera os quatro mares, e aquilo que se opõe a este movimento (逆 ), produz o deterioro dos mares.

Qí Bó também refere também que a forma de beneficiar estes mares, é conhecer como regula-los, sem cometer erros.

Captura de ecrã 2016-04-23, às 08.57.40

A continuação, Qí Bó descreve os sintomas e sinais das desordens dos quatro mares, diferenciado-os em condições de superabundância (有餘 yǒu yú) e de insuficiência (不足 bù zú).

Captura de ecrã 2016-04-23, às 22.29.54.png

Captura de ecrã 2016-04-23, às 22.36.16.png

E as palavras finais…

Captura de ecrã 2016-04-23, às 22.38.19.png

Anúncios

Os 4 Mares da Medicina Chinesa – Parte 2

O texto exemplifica o método de ensino através do método tradicional de ensino de Wen Dui (pergunta-resposta).

Nesta segunda secção, Qí Bó nomeia os 4 mares do ser humano.

Captura de ecrã 2016-04-15, às 10.13.20.png

Na secção seguinte, Qí Bó explica as relações dos 4 mares com os diferentes sistemas fisiológicos e teóricos da Medicina Chinesa.

Captura de ecrã 2016-04-15, às 10.13.56

Finalmente, Qí Bó define concretamente a localização dos diferentes mares e as cavidades de transporte (pontos de acupuntura) associadas a cada um dos quatro mares.

Captura de ecrã 2016-04-15, às 10.14.15

 

Continuará! 😀

 

Os 4 Mares da Medicina Chinesa – Parte 1

Um de tantos belos capítulos do Ling Shu Jing 靈樞經, um dos textos fundamentais de Medicina Chinesa, com 2000 anos de história.

Nesta primeira parte, começa a discussão entre o Imperador Amarelo e o Mestre Qí Bó.

Captura de ecrã 2016-04-13, às 13.19.36

Esta imagem é parte do texto original, e permite-nos ver as características dos textos clássicos chineses: escrita vertical descendente e de direita para esquerda e, obviamente, ausência total de pontuação moderna (pontos e vírgulas).

A continuação, a minha tradução da primeira parte do diálogo:

Captura de ecrã 2016-04-13, às 13.20.22